preloader

Intransponíveis no Castelo

Vitória SC 76 – 65 AD Vagos

Foi um grande jogo de basquetebol aquele que se disputou no Pavilhão da Unidade Vimaranense entre a nossa equipa sénior feminina de basquetebol e o Vagos.

Assistimos a uma primeira parte de grande qualidade por parte das duas equipas, com o Vitória a usar o seu diversificado arsenal ofensivo onde Sara Ressurreição atuou como o dínamo ofensivo da equipa.

Com os ataques a superiorizarem-se às defesas, as equipas chegaram ao intervalo com um pouco comum 48-46 no marcador.

No terceiro período a história mudou com ambas as equipas a diminuírem a sua eficácia ofensiva fruto de marcações mais apertadas e próprio do equilíbrio que o jogo demonstrava.

Mesmo assim depois de um desconto de tempo do técnico Rui Costa, a equipa vitoriana foi mais assertiva a fechar o parcial e leva para o quarto período uma vantagem de cinco pontos.

A vantagem era magra frente a uma equipa com a qualidade do Vagos, no entanto, as conquistadoras apertaram defensivamente o seu adversário e mantendo o acerto ofensivo conseguiram fugir no marcador, assegurando uma sofrida vitória que mantém a equipa com o estatuto de invencível no Pavilhão da Unidade Vimaranense.

Algo que Rui Costa tem apreciado bastante e tem pena de não poder partilhar com os adeptos vitorianos:  “Gosto muito deste hábito que estamos a criar de ganhar em casa. Estamos a construir um castelo e cada vez mais fortes a defendê-lo. Só tenho pena que os nossos adeptos não possam marcar presença no pavilhão para nos verem e apoiarem. Gostava muito que ainda pudéssemos contar com eles está época”.