preloader

Conquistar no prolongamento

FC Barreirense 84 – 89 Vitória SC (após prolongamento)

O início da segunda volta da Liga Placard ditou a visita da equipa sénior masculina de basquetebol ao Barreiro, para defrontar o Barreirense. O jogo começou de forma alucinante com a equipa vitoriana muito agressiva defensivamente a criar muitas situações de transição rápida e cestos fáceis. Com isso assumiu o controlo do jogo com um parcial de 9-0. A equipa do Barreiro assentou e reagiu, mas o Vitória acaba o primeiro período a ganhar por sete pontos. O Barreirense subiu de rendimento e o Vitória deixou de ter tantas oportunidades de transição. Mesmo assim os vitorianos estavam bem em ataque organizado e continuaram a mostrar a sua superioridade na primeira parte com uma vantagem de oito pontos ao intervalo. O terceiro parcial foi uma autêntica batalha. A equipa do Barreiro mudou o seu esquema defensivo e criou outro tipo de dificuldades ao ataque vitoriano. Com isso conseguiu aproximar-se no marcador, entrando no último período a perder apenas por quatro pontos. O jogo estava vivo com as equipas separadas por um ponto a meio do parcial. O jogo parecia estar a fugir dos conquistadores que chegaram a estar a perder por cinco pontos nos minutos finais do jogo, mas com o jogo equilibrado e a poder cair para qualquer um dos lados, uma jogada de triplo e falta de Tyler Seibring deixou os vitorianos na frente. Vantagem essa que iria desaparecer com um cesto do adversário no último segundo do tempo regulamentar. O jogo seguiu para prolongamento onde os vitorianos foram mais fortes e mais competentes no jogo exterior e conquistaram uma vitória sofrida, mas merecida. Carlos Fechas reconhece que apesar da sua equipa ter sido melhor, acabou por ser um jogo equilibrado. Algo que considera normal numa liga cada vez mais nivelada e competitiva: “Esta é uma liga que está muito mais competitiva e com maior qualidade do que aquela que vinha apresentando nas épocas mais recentes. Vemos muitas equipas a trocarem atletas e a reforçarem-se e o nosso caminho é trabalhar, fazer evoluir os nossos atletas e o nosso coletivo, sabendo que todos os jogos vão ser muito disputados, fruto da qualidade que as equipas apresentam”. A equipa vitoriana volta a entrar em campo no próximo domingo, 17 de janeiro, recebendo em Guimarães o FC Porto.