preloader

Vitória a dobrar

Marcou Bruno Duarte no regresso dos adeptos

Uma tarde como há muito se esperava. Jogo intenso, aberto até final, vivido tanto no campo como fora dele. O público voltou aos estádios e essa é uma das grandes notícias deste arranque de época.

A outra é que o Vitória está na fase de grupos da Allianz Cup, o que sendo o mero cumprimento de uma meta inicial para este período pré-arranque de Liga não deixa de ser um facto digno de registo, vincando a face combativa deste Vitória de Pepa.

O jogo teve muitos jogos dentro de mesmo. Arrancou melhor o Vitória, registando a primeira claríssima ocasião, na cabeça de Rochinha. Perante um Casa Pia muito físico, agressivo no ataque à profundidade, houve fases de maior desequilíbrio táctico, mas os Conquistadores vincaram a sua personalidade e chegaram com naturalidade à vantagem, graças a Bruno Duarte, finalizando bom lance pela esquerda e assistência primorosa de Rafa Soares.

O jogo manteve-se intenso, jogado a um nível muito interessante para esta fase da época e nem sempre compreendido por uma gestão disciplinar muito rigorosa, que condicionou vários jogadores com cartões.

Daí a estreia de Alfa, a render o amarelado Handel, e que deu solidez ao miolo vimaranense. O jogo estava vivo, mas controlado tanto quanto possível até que Rochinha foi forçado a um lance que o expôs a um segundo amarelo e mudou a face do encontro para os 20 minutos finais.

Aí teve de surgir o Vitória solidário, do querer e da união, ingredientes que bastaram para segurar a vantagem e garantir presença na próxima fase da Allianz Cup. Um justo prémio para a equipa e para os 100 vitorianos que disseram presente no regresso do futebol, dando o mote para uma época de #TodosPor1.