preloader

“Queremos mudar os resultados fora”

Jason projeta duelo com o CDC Montalegre

A pré-época da equipa B já vai longe mas os últimos acontecimentos levaram os vitorianos a recordar o então artilheiro de serviço. Com dois golos apontados no dérbi minhoto, Jason Bahamboula voltou a escrever o seu nome na lista de marcadores e a lembrar que é “uma opção válida” para a frente de ataque. O jovem avançado, de apenas 20 anos, bisou no duelo com o SC Braga, que permitiu à equipa B entrar em 2022 com o pé direito. Com o pé e com a cabeça, pois foi assim que Jason se estreou a marcar na Liga 3. “Eu não sou muito alto, é verdade, mas os golos de cabeça também têm muito de técnica e timing. Neste último jogo, o cruzamento do Maguinha também foi muito bem feito e eu soube estar no sítio certo. Foi um golo meu mas resultou de uma boa jogada da equipa. Fiquei feliz por voltar a marcar e desta vez em jogos oficiais. Além disso, num jogo importante para a equipa”, começou por dizer.

Com o bis da sua autoria, o Vitória somou o segundo triunfo consecutivo e espera validar o velho ditado: não há duas sem três. “Queremos dar continuidade a esta boa fase. A equipa está confiante porque temos vencido a jogar com qualidade. Não foram vitórias do acaso mas sim resultado de boas exibições. Temos tido algumas dificuldades nos jogos fora e queremos dar a volta a isso. Não fazemos disso um drama, obviamente, mas não queremos que essa dificuldade nos provoque fantasmas no momento do jogo”, explicou.

Depois de trocar a romântica cidade de Paris pelo berço de Portugal, Jason parece entusiasmado para o que aí vem. O francês, filho de pais congoleses, não sabe ainda se o seu nome irá constar nos eleitos de Moreno mas mostra-se preparado para “mostrar ao coach que é opção”. “Eu sempre soube que tinha de ter paciência porque há muita concorrência e quem está na equipa A e vem jogar connosco terá prioridade. Eu quero é fazer bem o meu trabalho todos os dias e mostrar que posso ser muito útil quando sou chamado. Foi isso que fiz no domingo e é isso que espero fazer já no sábado, em Montalegre. Sabemos que não será um jogo fácil, até porque nesta Série todos os jogos são difíceis, como se vê na classificação”, lembrou o avançado.