preloader

Zagré tirou bomba da cartola

Vitória SC e AD Fafe empataram a uma bola

O primeiro duelo de Dezembro da equipa B terminou com um empate a uma bola no reduto do Fafe. Em mais uma partida com horário matinal, as duas equipas não acusaram o sono e realizaram um jogo agradável de se ver.

O duelo perspetivava-se equilibrado e bem disputado e as previsões revelaram-se acertadas. Na antevisão, Luís Esteves já havia lembrado da atenção especial às bolas paradas e foi assim que o Fafe se adiantou. Aos 12 minutos, Rúben Marques bateu o guardião Celton Biai com um forte remate de fora da área. Antes disso, os vitorianos estiveram perto de marcar e há até quem tenha dúvidas se a bola, atirada por Esteves, ultrapassa ou não a linha de baliza já depois de bater na barra.

O Vitória havia entrado melhor mas sofrera duro golpe, como já lhe dissemos, num lance de bola parada. No entanto, a reação não tardou e os vitorianos encostaram o Fafe à sua zona defensiva. Organizados, os homens da casa não permitiam grandes investidas dos Conquistadores até que Zagré resolveu tirar da cartola uma característica que não lhe conhecíamos: o forte remate. O defesa central atirou, de fora da área, e apontou um golaço ainda na primeira parte.

Para a etapa complementar, o equilíbrio foi nota dominante, ainda assim, as melhores ocasiões pertenceram aos pupilos de Bino Maçães, com destaque para o momento em que Herculano não aproveitou o facto de estar sozinho diante do guarda-redes contrário.

Depois do empate com o Fafe, o Vitória vai voltar à Pista Gémeos Castro para receber o Berço. O encontro está marcado para domingo, às 11 horas.