preloader

O custo da ineficácia

Dérbi sorriu ao SC Braga

A eficácia enquanto explicação de resultados parece um cliché, uma vez que o futebol se resume a isso mesmo. Mas o dérbi minhoto foi um compêndio de como o acerto ofensivo de uns e o desacerto de outros pode ditar resultados, neste caso muito pesado para o Vitória e para aquilo que os Conquistadores produziram ao longo do encontro.

Há que dizer que a entrada mais assertiva do SC Braga condicionou muito daquilo que seria o resto do encontro, penalizando um arranque menos feliz do conjunto vimaranense. Mas também é justo dizer que o Vitória reagiu, assumiu as rédeas do encontro e começou a ameaçar a igualdade, que não só não chegaria como se tornou numa montanha ainda mais alta para escalar quando Abel Ruiz assinou, também na primeira parte, o 2-0.

Um resultado nada conforme com os índices ofensivos de ambas as equipas, que se tornaram ainda mais díspares após o recomeço, com o Vitória a somar inúmeras chegadas que não logrou concretizar é que teriam aberto a discussão pelos pontos.

Foi muito inglória a desproporção entre o jogo criado e o lucro obtido, mas o futebol é inclemente e o Vitória terá de reagir de imediato, já este domingo, na recepção ao Gil Vicente FC.