preloader

Reação sem frutos

Equipa B perde com UD Oliveirense por 3-2

Reagir é, porventura, o verbo que mais de adequaria ao duelo desta tarde em Oliveira de Azeméis. A equipa B perdeu por 3-2 e esteve sempre à procura de melhor resultado. No entanto, as entradas “amorfas”, como lhe chamou Moreno, foram fulcrais para o desfecho final.

O primeiro momento de inércia aconteceu assim que se ouviu o apito inicial. A equipa não entrou bem e, por isso, sofreu cedo o golo da autoria de João Paredes. Ainda assim, houve de imediato uma fantástica reação e um memorável golo. Hélder Sá iludiu o adversário à entrada da área e, colocando a bola em arco, apontou um grande golo. O golaço do lateral animou os colegas que, até ao intervalo, estiveram por cima do adversário.

Recolher às cabines e novo regresso amorfo. Mas este custaria mais. Dois golos sofridos em 5 minutos (aos 49 e aos 54), por Ono e João Paredes, gelaram a rapaziada mas o gelo não fez com que deslizassem. Os jovens orientados por Moreno voltariam a reagir e a fazer golo. O primeiro de Nélson da Luz com a camisola do Vitória. O avançado entrou bem na partida e mexeu com o jogo, tendo estado perto de marcar o 3-3 mas não mais voltou a ser eficaz e o Vitória perderia por 3-2.