preloader

Rúben Lameiras: “Queríamos muito esta vitória”

Extremo foi eleito o MVP Cerveja Sagres pelos adeptos

Eleito o MVP Cerveja Sagres do triunfo, por 2-1, frente ao SC Braga, Rúben Lameiras recebeu a distinção e partilhou os louros da exibição com os restantes colegas de equipas, salientando a importância dos mesmos na conquista dos três pontos no D. Afonso Henriques. “Quero agradecer a todos os adeptos. Vamos continuar a nossa luta, por eles e por nós, e alcançar o máximo de vitórias possível. Para nós, como grupo, foi muito importante este triunfo. Estávamos a precisar de voltar a ganhar e sentimos que, com esta vitória, podemos continuar a fazer o nosso trabalho e dar mais vitórias ao nosso grupo e aos nossos adeptos. Temos um grupo muito unido. Toda a gente sabe que, no treino, o Mister [Pepa] pede sempre “pé na chapa”. Foi um jogo em que conseguimos transmitir esse pensamento para o terreno de jogo e foi visível. Já tínhamos falado de conseguirmos transmitir mais da nossa união para dentro do campo e mostramos a importância de um grupo destes num jogo que exigiu muito de nós.”

Fundamental na manobra da equipa, pela exibição abnegada e comprometida, assim como pelo contributo direto no golo da vitória, o extremo conta o que pensou quando recebeu a bola vinda de Bruno Duarte. “Olhei para a área e quis meter a bola naquela zona de perigo para o Nelson da Luz ou o Bruno Duarte aparecerem. Felizmente a bola sobrou para o Nelson que conseguiu fazer o golo. Desde o primeiro minuto estivemos na luta, foi um jogo em que conseguimos demonstrar aquela que é a nossa alma, sempre na luta, e queríamos muito esta vitória. Já estamos focados no jogo com o Belenenses SAD, é fundamental somarmos vitórias ao nosso percurso.”

Titular nos últimos seis jogos do Vitória no campeonato, Rúben Lameiras tem aproveitado as oportunidades na equipa para mostrar a sua qualidade, oportunidades essas que têm surgido para outros colegas de equipa, a quem Lameiras deixou elogios pela exibição frente ao SC Braga. “Temos um grupo muito forte. [A saída do Edwards] é uma oportunidade para mim, para o Nelson, e para todos os outros. As oportunidades surgem e temos de estar preparados para elas. O Miguel Maga, para mim, fez um grande jogo. Esteve muito bem, muito ligado no jogo, sempre muito agressivo. Ele é uma pessoa que não fala muito, mas que mostra muito o que vale com ações e gosto muito disso nele. É essa a importância que todos nós temos no grupo e é importante darmos uma grande resposta sempre que somos chamados.”