preloader

Pepa: “Temos de jogar no limite”

Treinador do Vitória SC em antevisão à deslocação ao terreno do Moreirense FC

Na véspera do dérbi vimaranense frente ao Moreirense FC, referente à jornada 28 da Liga Portugal bwin, o treinador vitoriano, Pepa, fez a antevisão da partida deste domingo, onde espera um Vitória forte frente a uma equipa adversária capaz de colocar dificuldades aos seus comandados. “É daqueles jogos para os quais olhamos à distância e no qual um ponto não serve para ninguém. Vão ser duas equipas à procura da vitória. Vamos ter um apoio tremendo, pelo que sei. Os tais 1.200 bilhetes estão esgotados. Isso empurra-nos, dá-nos uma força tremenda. É um domingo, 18 horas, frente a uma equipa com uma tradição de rivalidade. Não se trata de ter contas a ajustar, porque isso não existe. Sabemos da valia do Moreirense, independentemente da posição que ocupar. Temos de jogar no limite.”

A cumprir um jogo de suspensão, Pepa não poderá estar no banco em Moreira de Cónegos, mas essa ausência não retira vontade ou capacidade à equipa de trazer os três pontos do encontro deste domingo. “Estar na bancada aos gritos não faz sentido. Independentemente de não estar o Samuel Correia ou o Pedro Oliveira, está o Hugo Silva, não é por aí. Agora, é incompreensível aquilo que aconteceu. Daqui a bocado o Fábio Veríssimo vai estar a apitar um jogo e a mim tiram-me do jogo e não vou estar amanhã. Isso é o que fica, a banda toca, passa e não se passa nada. Não queria estar a falar disto de novo, mas repito, não sou arruaceiro, não sou mal-educado e o que fiz não justifica nada do que aconteceu, mas pronto já passou.”