preloader

Mikey Johnston: “Adeptos do Vitória acolheram-me muito bem”

Escocês fala dos golos ao Canelas, da adaptação a Guimarães e do confronto frente ao Boavista FC

A primeira titularidade de Mikey Johnston ao serviço do Vitória Sport Clube resultou em dois golos e uma exibição de encher o olho, numa partida frente ao CF Canelas 2010, a contar para a Taça de Portugal, em que o escocês deixou a sua marca. “Individualmente, foi bom ter mais minutos de jogo. Para mim, foi importante, perdi muito tempo de jogo no período de adaptação, os golos foram um bónus e ajudaram-nos a passar à próxima fase, que era o mais importante. Estes jogos podem ser matreiros, encontramos vários desafios, mas conseguimos ultrapassá-los e agora olhamos para o futuro.”

Os dois golos do extremo foram de belo efeito, mas o primeiro destaca-se pela forma como o alcançou. Antes de rematar para o fundo das redes do Canelas, Mikey Johnston correu 67 metros com a bola corrida, atingindo um pico de velocidade de 30 km/h, dados que, atualmente, ajudam a atestar a grande qualidade do golo. “O espaço como que se abriu para mim. Vi o Nelson da Luz a passar por mim, usei-o como isco, costumo fazer isso com os laterais, e aproveitei o espaço que se foi abrindo, e consegui rematar e fazer o golo. Fiquei muito contente.”

Esta foi a primeira vez que o escocês foi chamado ao 11 titular, e para Mikey Johnston, a sua regularidade exibicional será a razão para começar os jogos mais vezes. “Vim para jogar, espero que esta titularidade, estes golos, e as oportunidades que tenho tido façam com que possa manter este nível para poder ajudar a equipa, mas preciso de fazer isto de forma mais regular aos fins de semana.”

Depois de um período de adaptação, Johnston já se mostra totalmente integrado no grupo de trabalho. “O grupo acolheu-me muito bem porque também estou a tentar aprender português, o que ajuda sempre, e sou uma pessoa sociável, gosto de falar com toda a gente, estou a tentar ao máximo conhecer toda a gente e está a correr muito bem.”

Em Canelas, o apoio dos adeptos vitorianos fez-se sentir, e ajudou a equipa na conquista do triunfo para a Taça de Portugal, e o internacional escocês, emprestado pelo Celtic FC, espera esse apoio no jogo do próximo domingo, frente ao Boavista FC. “Estou muito impressionado, não estava à espera de tanta paixão dos nossos adeptos. Estava habituado aos adeptos do Celtic, de quem gosto muito, e os adeptos do Vitória acolheram-me muito bem e estou a gostar bastante de como nos apoiam, e sei que o vão fazer no próximo domingo. Temos um desafio difícil, sendo um jogo com muita história. Sei que é um dos grandes rivais do Vitória, então é um jogo grande, e uma grande oportunidade para podermos estar ao nosso melhor nível.”